sábado, 18 de agosto de 2012

Pessoas

Eu odeio as pessoas. Ninguém em especial, que fique bem claro! Eu estou aprendendo a odiar qualquer pessoa. É que o ser humano de uma forma geral é detestável. Todos nós agimos por interesses e sentimentos exclusivamente nossos. Não nos importamos com o que as outras pessoas vão pensar a respeito de nossas atitudes, não damos a mínima para o que as outras pessoas sentem por nós. A única coisa com a qual estamos preocupados é a nossa própria felicidade, nosso próprio prazer. Traímos pela busca de novas experiências, e desprezamos os sentimentos daqueles que fizeram tudo por nós. Passamos a perna nos colegas de trabalho em busca de satisfação pessoal, em busca de glória, e não nos preocupamos em valorizar as pessoas que realmente merecem. Deixamos de dar ouvidos a nossos parentes e amigos para defender as idéias que julgamos serem as mais corretas, mesmo que elas passem por cima das vontades de outras pessoas.Nem mesmo os gestos de caridade são espontâneos. Raramente doamos algo de livre e espontânea vontade; sempre há algum interesse por trás, seja a doação de 5 quilos de alimento para poder conseguir um desconto no show da banda favorita, seja a doação de roupas que esconde um alívio por nos livrarmos daquelas velharias que estavam ocupando espaço no guarda-roupa ou até mesmo a realização de trabalhos voluntários – muitas vezes para preencher currículo ou para pagar promessas individuais. Não adianta, não existe uma boa ação feita de forma espontânea!O que mais me incomoda é perceber o egoísmo alheio em gestos do cotidiano. É aquele cara que estaciona o carro na vaga para deficientes porque não quer atravessar o estacionamento inteiro do supermercado, é aquela senhora que aproveita o fato de aparentar uma idade avançada (mesmo tendo menos de 60 anos e gozando de boa saúde) para furar a fila do banco, é o idiota que dirige a 10 por hora na faixa da esquerda daquela avenida movimentada porque tem medo de dirigir mais rápido (e danem-se as leis e as outras pessoas que querem usar a faixa da esquerda para aquilo que ela serve, que é andar mais rápido). É a rede de TV que vai fazer a cobertura das tragédias para garantir uma audiência; é o povo que assiste às tragédias para poder ter alguma satisfação na vida (“que bom que eu não estou passando por isso!”). É o traficante que coloca veneno de rato na cocaína para fazer render mais, sem se preocupar com o duplo malefício que está fazendo a outras pessoas; é o viciado que rouba para sustentar seu vício, sua única fonte de prazer na vida ridícula e miserável que leva. É o cara que faz falsas promessas de amor eterno para a namorada só para não ficar sem o prazer do sexo; é a mulher que faz as mesmas promessas para não se sentir a encalhada da turma. É aquela moça que finge estar dormindo para não ter que ficar em pé no ônibus lotado, mesmo sabendo que está ocupando um assento preferencial – e danem-se os idosos que estiverem em pé. É a empregada que comete pequenos furtos para se sentir mais esperta que a patroa.


Eu odeio as pessoas. E gostaria muito, muito mesmo de não ter que depender delas.Pronto falei !

8 comentários:

  1. Gostei bastante e nao podia tar mais de acordo
    apenas um erro nao e cotidiano mas sim quotidiano que se escreve

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ate pode ser ai no seu pais,mas aqui o correto é COTIDIANO !

      Excluir
    2. impossivel acho eu vcs falam lingua portuguesa
      Nao existe lingua brasileira todas a as tuas palavras vem das nossas mas vou pesquisar
      Claro que vcs inventarm umas quantas mas pronto

      Excluir
  2. Afinal nem vc nem eu temos razao ambas as maneiras tao correctas e ambas derivam do latim que originou o portugues mas ca nao e normal escrever cotidiano mas se vc tivesse escrito quotidiano tbm nao tava errado quer seja escrito no brasil ou em portugal
    desculpa ter criticado mas nao sabia

    ResponderExcluir
  3. Apoiado, Raquel! Ninguém presta mesmo e esse mundo vai acabar por causa dos seus próprios habitantes.

    ResponderExcluir
  4. EU PREFIRO OS ANIMAIS (BICHOS COMO CÃES, GATOS, E ETC) AOS SERES HUMANOS HOMO SAPIENS, QUE CADA ANO QUE PASSA FICAM PIORES E MAIS MALVADOS, HOJE É REALMENTE CADA UM POR SI E DEUS POR TODOS, UMA LÁSTIMA SER HUMANO HOJE EM DIA, POUCOS SE SALVAM....COMPARTILHO DESSE SEU TEXTO DE CERTA FORMA ATÉ CONCORDO....

    ResponderExcluir