sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Porque a maconha não é legalizada?

A sociedade está afogada no que dita a mídia e a indústria. Cada vez mais as pessoas estão sendo condicionadas a aceitar o que a INDÚSTRIA quer. Somos, portanto, consumidores treinados.
O cigarro tem uma indústria, aliás, o cigarro tem diversas indústrias. O que vende por aí é o cigarro de filtro vermelho, o branco, o de cravo, o de de menta, o forte, o fraco, o light, o de dois sabores. Aí vem o adesivo pra parar de fumar, a pílula, os remédios do pulmão, o tratamento pra parar de fumar, os remédios, os remédios e os remédios.
A bebida alcoólica tem diversas indústrias também. Tem o rum, o gin, a vodca, a tequila, a cerveja, o saquê, o absinto, o vinho, o Whisky  os licores, cidra, o champanhe  a cachaça, o vermouth, a grappa, os remédios para o fígado, o tratamento pra parar de beber, os remédios, os remédios e os remédios.
Tudo isso movimenta a indústria e o governo. Empresas de cigarro e bebida pagam um imposto altíssimo por estarem sendo vendidos em todos os lugares, NUNCA vão proibir o cigarro e o álcool, NUNCA vão falir essas empresas e ainda eliminar dinheiro de imposto, portanto, NÃO vão legalizar a maconha tão fácil porque não tem indústria! Você compra a maconha e paga imposto pra quem?
Não é interessante pro sistema vender a maconha como uma coisa que não faz mal à saúde porque a maconha não paga imposto!
Está mais do que provado que o cigarro mata, o álcool mata, e vão continuar matando. Pro sistema também é interessante ter trabalhadores que bebem, pois a bebida aliena o homem, não o leva a pensar, coloca-o em estado de transe e o faz acordar no dia seguinte com o cérebro explodindo. O cigarro tem substâncias absolutamente tóxicas que levam ao vício, o que alimenta empresas como a Souza Cruz e as farmácias.
A maconha abre a mente e coloca o homem em estado filosófico, alterando o sistema nervoso, causando relaxamento e alívio de dores. Ninguém morreu por uso de maconha, ninguém matou por uso de maconha e o mal que ela faz está associada ao excesso, como tudo que existe no universo, afinal, tudo que é usado em excesso faz mal.
Neste caso, o sistema vai marginalizar os usuários e pintar a pior cara que conseguirem da maconha, tudo porque eles não sairão beneficiados com a compra e a venda da planta. Desde sempre a maconha é mal vista. Pessoas que ganham dinheiro vendendo a "droga" só fazem isso por não dispuserem da mesma condição social que você que está lendo este texto. Se a sociedade fosse igualitária, não teria porque ganhar dinheiro de uma forma considerada suja, pois ninguém precisaria disso !

11 comentários:

  1. Olá Raquel!!!
    Bom, EU SOU A FAVOR DA LIBERAÇÃO do CONSUMO e de VENDAS da MACONHA sim!!!
    Primeiro, porque, fuma quem quer.
    Segundo, que é MUITO melhor ter essas substâncias controladas e vendidas em farmácias e até Pubes e bares(como na Holanda) do que obrigar um usuário a se meter com traficantes, bandidos, etc. Além de que desfavoreceria a boca de fumo e o tráfego ilegal de drogas, já que a maconha é uma das mais procuradas e consumidas entre elas.
    Terceiro, mesmo que os impostos nunca seriam direcionados ao bem da sociedade, ainda poderiam desfrutar de alguma quantidade significativa de arrecadação de impostos. Mas é claro que NUNCA renderiam tanto quanto arrecadam com os impostos das outras drogas, remédios e tratamentos como você mencionou!!!

    Eu realmente nunca tinha observado por esse lado quanto á arrecadação de impostos de tantas drogas e tratamentos relacionadas á bebidas e cigarros!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ótimo comentário Murilo ! Tbm penso o mesmo * - *

      Excluir
  2. Raquel vc vai me desculpar mas não concordo com o que vc disse a respeito da maconha, eu penso que é pior do que o álcool e o cigarro ( mesmo eu não fumando e nem bebendo).
    Vc já conversou com alguém que fuma maconha?
    eu já e eles são totalmente fora de si, não sabem o que falam, não falam coisa com coisa, vivem no mundo da lua, vivem obcecados pela maconha fazem tudo para ter a droga, muitos não tem vontade de crescer profissionalmente e nem pessoalmente.
    Imagine se legalizar.
    desculpe mas é minha humilde opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem... Mas pelo menos eu nunca vi um maconheiro pegar um carro bater e matar varias pessoas, nunca vi ficar agressivo, ou seja se faz esse "mal" que vc diz, é somente ao propio usuario, e não a outras pessoas, completamente diferente do álcool...

      Excluir
  3. Sim, a Maconha pode ser tão prejudicial quanto as outras drogas, mas a longo prazo. Eu já conversei com um, mas o cara tinha acabado de tragar um back e tava na metade do segundo... ai não posso dizer como o mano é sem os efeitos da Maconha.
    Mas eu, continuo com minha opinião... não cabe o governo proibir ou não do cidadão de se divertir, seja como for, ao menos em uma ditadura. É de plena responsabilidade do usuário, sou a favor, mas eu nunca tive e provavelmente nunca terei vontade de dar aquela tragada... Se eu der, vou saber dos riscos e me responsabilizando sobre isso, como todos os usuários.
    Existe em Portugal, uma loja, em que eles até ensinam a usar, tem Maconha, cogumelos, outras ervas... mas antes de tudo, os funcionários informam os efeitos, os riscos, os prejuízos, e então ensina a forma correta do uso. Assim deveria ser no Brasil, uma loja, ou farmácia, legalizada e sobre fiscalização do Órgão da saúde estadual, pra evitar contrabando e misturas desautorizadas!!!

    ResponderExcluir
  4. Tão prejudicial quanto cigarro e bebida, poderia sim ser vendida legalmente taxando-se impostos sobre. Usa quem quer, sendo legal ou não. Legalização não aumentaria o número de usuários. Principal benefício da legalização das drogas: fim ou quase extinção de rede de crimes e violência.

    ResponderExcluir
  5. você vai ate a maconha, e nao a maconha te persegue, entao eu acho que se voce usa ou deixa de usar tinha que ser sim legalizado. tem tanta coisa que ilegal e todo mundo faz, porque um maconheiro nao pode fuma na dele, la no cantinho?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Luiz Antônio de Medeiros, respeito sua opinião mais não concordo com oque disseste, existe dos tipos de maconha a Cannabis Sativa, que após fumada deixam a pessoa com esses efeitos, alegres, eufóricos, filosófico, extrovertidos, agitados, em estado de paz e harmonia com pessoas e com a natureza, etc.. tem também o tipo Cannabis Indica, que dar o efeito mais calmo é mais para pessoas que querem passar o dia em casa, a pessoa fica em estado de paz, harmonia, dar sono, dar fome, etc.. emfim você disseste que conversou com um usuário e ele parecia estar no mundo da lua e não falava coisa com coisa, já conversou com bêbados ? me poupe , a pessoa usa uma droga logico que muda o seu raciocínio temporariamente, não é porque ele usou a maconha que ele ficará sob este efeito pra vida toda o efeito da maconha dependendo de vários fatores, tas como, quantidade, qualidade, etc.. , duram entorno de 2 a 3 horas, já o do álcool não sei, mais vamos ser franco que alguém sob efeito do álcool é bem mais horrível do que alguém sob efeito da maconha, sem contar com o tanto de morte que ele causa seja no trânsito, seja domestico, seja por doença, alguém que fuma maconha na rua ou onde quer que seja não sai por ai fazendo besteiras, confusões, vandalismo, não chegam em casa, agredindo filhos e esposa, já no efeito do álcool né ? , nem digo legalização da maconha porque droga nenhuma é legal, mais a REGULARIZAÇÃO sim, assim como outras drogas podem ser comercializadas como o TABACO, ÁLCOOL, CAFEINA, REMÉDIOS TARJA PRETA, e diversas outras drogas que são controladas e comercializadas legalmente, a maconha também deve ser, se fossem vendidas legalmente para o consumo para pessoas maiores de 18 anos sendo necessário apresentar o RG e a carteira de usuário, e tendo um limite de quantidade por dia e tal, o governo poderiam sim ganhar alguma coisa com isso, melhor do que nas mãos de traficantes fortalecendo o tráfico, gerando dinheiro para que eles possam comprar mais drogas armas e munições para combate, logicamente que se as pessoas pudessem compra-la de forma legal não se arriscaria em subir o morro para comprar na mão de traficante, com a legalização quebraria o capitalismo deles, pois a maconha é a maior fonte de renda dos traficantes, a segunda mais vendida é a Cocaína e por fim o Crack, a maconha seriam um mal investimento para eles pois não iria ter quem comprassem, muitas pessoas confundem os efeitos da maconha natural a erva pura, com a maconha que é vendida pelos traficantes que são misturada com pedras de crack, amônia, etc.. para dar um efeito mais forte e causar a dependência química e aumentar a renda, já a natural não causa dependência a maconha é a porta de saída para dependentes de qualquer outra droga e já é receitada em clinicas em muitos países, como é usada também para pessoas que sofre de anorexia, insônia, depressão, stress, em fim é a cura pra várias doença, pelo menos não só traz maleficio como o álcool por exemplo, ninguém planta álcool em casa, tem que comprar, já a maconha se fosse legalizada poderiam plantar livremente dentro de casa sem nenhum gasto com isso, então já sabe porque o governo não legaliza, mais por outro lado aumenta a renda dos traficantes eles compram mais drogas, mais armas de fogo, mais munições, por conta disso morrem pessoas, pessoas são assaltadas, são amedrontadas pelos bandidos, etc.. mesmo sendo ilegal o usuário vai continuar comprando, mesmo sendo ilegal cultivar em suas casas para consumo próprio, elas vão continuar plantando, isso nunca vai ter fim, o governo tem que parar de pensar um pouco nos ganhos deles e pensar mais um pouco em nós brasileiros que já estamos cansados de viver em um país com tanta violência e corrupção, A FAVOR DA LEGALIZAÇÃO !

    ResponderExcluir